Nódulos Tireoidianos: Dra. Lorena Amato

Muito comum em mulheres, os nódulos na tireoide – uma glândula suprarrenal muito importante para o bom funcionamento do organismo – podem ou não significar uma doença. Para isso, é necessário que o paciente realize alguns exames e que esse nódulo seja avaliado de forma que o endocrinologista possa dizer se é preciso ou não realizar uma punção para avaliar as células e então dar o diagnóstico de benigno ou maligno.

*transcrição

Eu sou a doutora Lorena, endocrinologista do Instituto Amato. E hoje eu vou falar sobre os nódulos tireoidianos que são muito prevalentes principalmente na população feminina, e há estudos que indicam que após os 50 anos em torno de metade das mulheres vão ter nódulos tireoidianos. Eles não são identificados em geral no exame físico comum, porque somente nódulos maiores consegue ser identificado no exame físico e sem o ultrassom de rotina que o paciente faz e acaba descobrindo a presença desses nódulos. Assim que eles são identificados o paciente deve procurar um endocrinologista, que irá avaliar o ultrassom da tireoide, exames hormonais da punção da tireoide e decidir se é necessário realizar uma punção para amostra das células desse nódulo, para avaliar se ele se trata de nódulo benigno ou maligno. A grande maioria dos nódulos tiroidianos são benignos, somente 3 a 4 por são malignos, sendo que essa prevalência aumenta dependendo da população que nós estamos falando, se for em idosos, crianças, pessoas com exposição prévia a radiação na região do pescoço, tem uma prevalência um pouco maior de nódulos malignos. Após a avaliação do ultrassom da tireoide e exame de pulsão endocrinologista vai decidir sobre a necessidade de retirada ou não desse nódulo, mesmo que eles sejam benignos é necessário que o paciente continua o segmento regular com endocrinologista desses nódulos. Em caso de dúvidas que persistam a respeito os nódulos tireoidianos, estaremos sempre à disposição para esclarecê-las e vocês podem buscar mais informações nas nossas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *