Mal de Alzheimer: fatores que podem reduzir os sintomas de demência

O Dr. Marcos Galan Morillo (CRM 58571), médico geriatra, dá mais detalhes no vídeo sobre um estudo com 9 fatores que, se controlados ou evitados durante a vida, poderiam reduzir em até 35% novos casos de demência, entre elas a demência da doença Alzheimer. Erroneamente ainda denominada pelo leigo como “Mal de Alzheimer”.

*transcrição**

Eu sou o Dr. Marcos Galan Morillo, médico geriatra do Instituto Amato. Muitas pessoas perguntam ao médico geriatra como prevenir a demência de Alzheimer. É importante esclarecer que a demência de Alzheimer é a fase avançada de um processo de destruição dos neurônios conhecida como Doença de Alzheimer. Em geral esse processo se inicia a partir da quinta década de vida e somente depois de vinte a trinta anos é que a doença de Alzheimer provocará os primeiros sintomas de demência. Recentemente um consagrado periódico científico, Lancet, publicou a conferência internacional para a prevenção da doença de Alzheimer e foram elencados nove fatores de risco que se evitados ou controlados poderiam reduzir em até 35% os casos de demência. Esses nove fatores de risco que podem evitar ou prevenir a doença são: perda auditiva na meia-idade, baixa escolaridade, tabagismo depressão após os sessenta e cinco anos, inatividade física, isolamento social, hipertensão na meia-idade, diabetes mellitus e obesidade na meia-idade. Para o envelhecimento saudável é importante procurar ajuda profissional para controlar ou evitar esses fatores de risco. Lembre-se parece que tudo que é bom para o coração também é bom para o cérebro. Para mais informações sobre a prevenção da demência de Alzheimer acesse o site do Instituto Amato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *